Forum Gospel Mania

Fórum Gospel Mania, o ponto de encontro dos evangélicos


Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

Mais processos contra a IURD

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo  Mensagem [Página 1 de 1]

1 Mais processos contra a IURD em Ter Mar 03, 2009 2:51 pm

Mineirinho


Já sou frequente
Já sou frequente
É, a IURD terá que mexer em suas economias. Dois casos de processos contra a igreja do bp. Edir Macedo ganham destaque.

O primeiro por parte de uma jovem de 24 anos vai exigir na Justiça R$ 1,5 milhão de indenização da Record. Ela apareceu no programa
"Fala Que Eu Te Escuto", da Igreja Universal do Reino de Deus, durante uma balada, na qual tomou doses de tequila.

O programa abordava o consumo abusivo de álcool pelos jovens e sua busca desenfreada por prazer. Ela pede para não ser identificada.

O vídeo mostrou a garota tomando doses de tequila servidas na boca. Trata-se de moda em alguns bares do eixo Rio-São Paulo: um "tequileiro" joga uma pequena dose de tequila na boca do cliente e depois chacoalha a cabeça da "vítima".

A produção evangélica filmou a estudante depois de algumas doses. As imagens foram ao ar no ano passado. Ofendida, a garota exigiu reparação de danos contra a Rede Record de R$ 1,5 milhão. No processo, ela afirma que jamais deu permissão de uso de sua imagem e que sofreu danos morais ao ser mostrada como uma alcoólatra.

Na Justiça a Record se esquivará, alegando que o
"Fala que Eu Te Escuto" é uma produção independente, e única responsável pelo programa. Embora a própria emissora pertença à Igreja Universal.

Por meio da assessoria de Comunicação da Rede Record, o Departamento Jurídico disse não ter conhecimento de processo no valor de R$ 1,5 milhão. Se o processo foi aberto, diz a emissora, ainda não houve a notificação.

A assessoria informou ainda ter localizado um processo "semelhante" (uma garota filmada em estado de embriaguez), mas que o valor que esta querelante reivindica é de cerca de R$ 20 mil, e não R$ 1,5 milhão.

No segundo caso, o Superior Tribunal de Justiça (STJ) manteve a decisão que obriga a Igreja Universal do Reino de Deus a devolver R$ 2 mil a um ex-fiel, do município de General Salgado, a 600 quilômetros da capital São Paulo.

O ex-frequentador da Universal alega ter dado o dinheiro na garantia de que seus problemas seriam resolvidos - o que ele alega não ter acontecido.

O ministro Luís Felipe Salomão negou, no dia 10 de fevereiro, o pedido de recurso especial da Igreja Universal. Assim manteve a decisão dos desembargadores do Tribunal de Justiça que, em setembro de 2007, entenderam que o ex-fiel foi induzido ao erro com a promessa de que sua vida melhoraria. E, por isso, tinha o direito de receber a doação de volta - em valores corrigidos desde 1999.

O ex-frequentador da Universal, o motorista Luciano Rodrigo Spadacio, de 29 anos, afirmou ter sido convencido por um pastor, identificado apenas como Márcio, a se desfazer de seus bens materiais para ficar com a vida melhor. Foi por isso, que há dez anos, ele vendeu sua única propriedade, um carro Del Rey, por R$ 2.600 e entregou todo o valor à igreja.

Arrependido, ele conseguiu sustar um cheque de R$ 600, mas outro de R$ 2 mil foi resgatado pela igreja. Quando fez a oferta - como é chamada a doação de fiéis à igreja - Luciano frequentava o culto quatro vezes por semana.

Na época, o motorista disse que só ingressou com a ação judicial para reaver o dinheiro por incentivo de seus pais. E afirmou que teria dado mais porque acreditava que realmente poderia mudar de vida. Luciano manifestou a vontade de usar o dinheiro da ação para comprar cestas básicas.

Após a decisão inédita do Tribunal de Justiça, a Igreja Universal recorreu ao STJ. Ao negar o pedido, o ministro Luís Felipe Salomão argumentou que não cabe ao Superior Tribunal de Justiça analisar provas. Isso é dever do TJ.

A Igreja Universal do Reino de Deus que ainda pode recorrer da decisão do STJ, em nota, informou que por enquanto não vai se manifestar sobre o caso.

Fonte: FGN

Ver perfil do usuário

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo  Mensagem [Página 1 de 1]

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum