Forum Gospel Mania

Fórum Gospel Mania, o ponto de encontro dos evangélicos


Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

Pastor condenado a 79 anos de prisão pelo crime de pedofilia

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo  Mensagem [Página 1 de 1]

Mineirinho


Já sou frequente
Já sou frequente
O juízo da comarca de Marcelândia (710 quilômetros de Cuiabá) condenou o falso pastor da Igreja Nova Jerusalém, Antônio Hilário Filho, de 53 anos, a 79 anos e seis meses de prisão pela prática de pedofilia contra seis adolescentes, menores de 14 anos, sem a possibilidade de apelação em liberdade. Na época, Antônio confessou que praticava sexo com os meninos desde 1995.

A decisão tomada pelo juiz Anderson Candiotto foi embasada no artigo 214 (constranger alguém, mediante violência ou grave ameaça, a praticar ou permitir que com ele se pratique ato libidinoso diverso da conjunção carnal) do Código Penal, com aplicação de critérios de aumento de pena.

De acordo com o delegado do município, Luiz Henrique Oliveira, as investigações sobre o crime começaram quando o pastor ainda atuava na mesma igreja, porém, com sede no distrito Comunidade Bom Jaguar, em Marcelândia, entre 2004 e 2005. Naquela época, havia denúncias de crianças que freqüentavam a entidade de que o pastor cometia abusos sexuais contra elas. Em 2006, foi aberto um inquérito para apurar a denúncia de um garoto que teria sido ameaçado pelo pastor, com arma de fogo, para manter relação sexual.

Conforme o delegado, o pastor utilizava vários meios para ter acesso aos garotos. Além de pastor, ele atuava como professor de música e comandava dois times de futebol de categoria mirim. “Na maioria dos casos ele aliciava os garotos”, disse o delegado.

As seis vítimas identificadas pelo pastor são apenas aquelas que ele revelou os nomes durante a confissão. No entanto, o delegado acredita que possa haver muitas outras, já que o pastor vinha praticando o crime no município há mais de dez anos. Por esse motivo, Candiotto determinou que fossem extraídas cópias dos depoimentos das vítimas e testemunhas para serem encaminhadas à delegacia para instauração de novo inquérito, para investigar os mesmos crimes possivelmente praticados contra outras vítimas indicadas nos depoimentos apresentados em Juízo.

Após a prisão do pastor, a polícia apreendeu diversos materiais que faziam referência aos garotos, como fichas de cadastros e fotografias, além de um diário com anotações em que ele descrevia a relação que teve com a primeira vítima, ainda em 1995. “Ele escreveu frases dizendo que ele iria servir a essa vítima para o resto da vida e vice-versa. Também escreveu que mulheres não o satisfaziam”, contou o delegado. No local, também foi encontrado um bilhete de um garoto o ameaçando. “No papel estava escrito que o menino queria R$ 50 para não contar ao Conselho Tutelar o ‘segredo deles’”, afirmou o delegado.

Ver perfil do usuário

Valfrid


Admin
Admin
Mais e mais escândalos!


_________________
Vídeos da Banda Pinprick: http://br.youtube.com/user/pinprickband

Ver perfil do usuário http://newfgm.forumeiros.com

Aroldo Chuasneguer


Isso aqui está viciando!
Isso aqui está viciando!
53+79=132

Outra coisa, essas notícias já nem causam espanto mais.
Por mais que seja "Pastor", "Bispo", "Presbítero" e "não-sei-mais-o-que", eles continuam sendo humanos.

Se continuar assim, podemos até dar "copy and paste" nas respostas de todos os tópicos. E também, não quero julgar o erro dos outros, mas quero ficar feliz pelos acertos.

Sem ofensas.
fikdik

Ver perfil do usuário

Mineirinho


Já sou frequente
Já sou frequente
Bom, eu não estou julgando a ninguém. Aliás, quem julgou e condenou no caso em questão foi quem tem competência para tal: a justiça, que julgou e condenou um criminoso confesso. Estou apenas divulgando uma notícia que chegou a mim. Agora, se esse senhor foi pastor algum dia, o que a Bíblia define como pastor é um baita equívoco.

Ver perfil do usuário

Aroldo Chuasneguer


Isso aqui está viciando!
Isso aqui está viciando!
Não falei que tu julgou. Falei que eu não quero julgar.
Pra mim esse tipo de notícia aqui no FGM exibindo os "tentáculos estendidos da violência" (sic) não faz sentido.

Acho que se o seu tempo fosse gasto em abrir um tópico com um tema mais relevante, seria mais legal =)

fikdik

Ver perfil do usuário

Mineirinho


Já sou frequente
Já sou frequente
Aroldo Chuasneguer escreveu:Não falei que tu julgou. Falei que eu não quero julgar.
Pra mim esse tipo de notícia aqui no FGM exibindo os "tentáculos estendidos da violência" (sic) não faz sentido.

Acho que se o seu tempo fosse gasto em abrir um tópico com um tema mais relevante, seria mais legal =)

fikdik

Entendo seu posicionamento, mas discordo de você. Primeiro porque esse espaço chama-se "Atualidades", logo, todo assunto atual que envolva evangélicos ou fatos ligados ao segmento evangélico é pertinente ao espaço; segundo que se alienar da violênica não a suprime; terceiro e último, tenho postado vários tópicos sobre diversos temas em quase todas as "salas" aqui do NFGM, como você mesmo vê. Inclusive, você, o valfrid, a vivick e o tjbrasil, são dos poucos usuários do NFGM que postam na maioria dos tópicos que abro.

Mas, repito, entendo seu posicionamento. Abraços!!!
Wink

Ver perfil do usuário

Conteúdo patrocinado


Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo  Mensagem [Página 1 de 1]

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum